segunda-feira, 7 de abril de 2014

My Life Almost Perfect 2° TEMPORADA - cap 7 "Justin: Onde você estava quando eu procurei?"

"É que por algum motivo inexplicável você sempre me tem, até mesmo quando faz de tudo pra me perder."
anteriormente...
Ele comprou aquele anel.
Nossa.
Coloquei o anel na cabeceira do meu quarto.
E comecei a ler a carta.
Oi Ali.
Se é que eu ainda posso te chamar assim depois de tudo aquilo.
Você deve esta estranhando tudo né?
Vou começar pelo anel.
Ali, você lembra onde a gente viu esse anel? foi no dia em que eu finalmente consegui te tirar de casa. E você comprou o shopping inteiro.
Pois é.
Eu acabei voltando lá e comprei pra você, mais eu só tomei coragem de entregar agora.
Ou ia entregar.
Hoje Alice, eu fui para a sua casa para lhe pedir em casamento, aproveitando que seu pai estava lá.. estranho né? tão novos.
Mais acabei estragando tudo.
Me desculpa! desculpa mesmo por tudo!
Juro que eu não queria nem encostar em um fio de cabelo seu, só que quando você me chamou de... Justin, aquilo realmente me irritou. E a raiva acabou subindo a minha cabeça e aconteceu o que aconteceu...
Me perdoe. Me perdoe. Me perdoe.
Eu não sei o que aconteceu comigo! aquela pessoa não era eu! Meu Deus.. como eu me odeio por isso.
Tanto que eu fiz oque eu fiz.. Eu me matei de nojo de mim mesmo.
Minha vida já tava uma merda.. e eu acabei decepcionando a garota que eu amo, amei e sempre amarei.
Então não tinha mais nada o que fazer aqui.
Me matar foi o que restou.
Por favor.. pelo o que eu te conheço(o que não é pouco) não se sinta culpada!
Eu fiz isso por que não conseguiria mais viver com essa culpa em mim.
A culta de decepcionar você.
Espero que me perdoe.
Meu amor por ti nunca acabara.
Eu amo você Alice Volgue.
Jason.
P.S: 
Aqui dentro haverá outra carta, e peço que por favor você entregue aos meu pais.
Até outra vida.
O minha nossa..
Eu estava chorando.. chorando muito.
Mesmo depois de tudo.. ele era meu melhor amigo.
Me deitei.
E depois de chorar mares, acabei adormecendo.
P.O.V Justin Bieber.
Eu havia comprado uma casa aqui em Seattle.
Só não lembrava que existia.
E foi para lá que eu fui com Mia.
Ela estava no quarto que eu separei para ela arrumando suas poucas roupas.
Vou ter que levar ela ao shopping.
Não vou querer que ela fique com aquelas roupas de puteiro na minha casa.
Fui até seu quarto e entrei.
Mia: podia pelo menos bater né?
Justin: se arrume! -disse ignorando totalmente o que ela disse- vamos ao shopping comprar umas roupas para você!
Mia: não precisa Justin. Eu tenho as minhas roupas!
Justin: roupas de puta na minha casa você não usa.
Mia: mais é isso o que eu sou!
Justin: não é mais. Você não vai mais trabalhar lá! -disse já irritado- agora se arrume logo!
Disse e sai do quarto sem nem ouvir o que ela falou.
Fui para o meu quarto, tomei um banho rápido e me vesti.
Peguei minha 38 e coloquei na cintura.
Desci para esperar Mia lá em baixo.
Liguei a tv e fiquei esperando por uma meia hora.
Até ela até que fim aparecer.
Justin: pensei que não viria mais sabia? -quando me levantei e olhei para trás..- você vai pro shopping de pijama?
Mia: isso não é pijama! e eu estou com um short por baixo! agora vamos.
Ela disse saindo de casa.
 

Justin: Mia! também não precisa gastar todo o meu dinheiro! e eu to com fome!
Mia: foi você quem me trouxe aqui não foi? Então espera. -ela disse me empurrando me fazendo sentar em uma cadeira que tinha na loja de lingerie.-
Ela começou a pegar umas lingeries e foi para o provador.
Então logo ela saiu.
Mia: está bom? -ela estava.. linda-


Meu Deus.
PQP.
Que menina é essa?
Que mulher é essa meu DEUS!
Mia: Justin? Justin? você tá bem? -ela disse me tirando dos meus pensamentos- Oi, estou aqui! está bom?
Justin: sim sim, está! -disse a ela- vamos logo!
Então ela se trocou e pagou as coisas que ela comprou nessa loja e fomos comer.
P.O.V Mia Evans
Mia: JUSTIN! PORRA! DÁ PRA VOCÊ PARAR? -já havíamos chegado em casa e Justin não parava de me encher porque eu paquerei um cara no shopping e dei meu número pra ele-
Justin: QUER PORRA FOI AQUELA? VOCÊ DAR O SEU TELEFONE PRA AQUELE FILHO DA PUTA? AINDA MAIS NA MINHA FRENTE! VOCÊ TÁ LOUCA!
Mia: VOCÊ NÃO É MEU DONO BIEBER.
Disse isso e subi correndo pro meu quarto e me tranquei lá.
Justin: MIA! -ele disse quase derrubando a porta- ABRE A PORRA DESSA PORTA AGORA!
Mia: Me diz só um motivo pra abrir?
Justin: MIA! NÃO ME IRRITE!
Mia: ou o que Bieber?
Só ouvi um grande estrondo.
Logo que olhe para a porta Justin havia dado um tiro na porta.
Mia: VOCÊ TÁ LOCO?
Justin: MIA! ABRE ESSA MERDA AGORA!
Então obedeci.
Então ele voou em mim e me jogou na cama.
Ele segurava os meus pulsos com muita força.
E aquilo realmente machucava.
Justin: escute bem o que eu vou falar Mia Evans. -ele disse- VOCÊ É MINHA ENTENDEU? MINHA! NÃO TEM NADA QUE FICAR DANDO TELEFONE PRA NINGUÉM! VOCÊ É MINHA! E EU JURO QUE, SE ALGUÉM OUSAR A CHEGAR PERTO DE VOCÊ E EU NÃO GOSTAR.. EU MATO!
Então ele se levantou e simplesmente saiu e me deixou plantada lá.
Sai correndo atrás dele.
Mia: JUSTIN! JUSTIN BIEBER! -ele se virou e olhou para mim. Seu rosto dava um sinal de raiva.- VOCÊ ACHA QUE É ASSIM? EU ESTOU NA SUA CASA E VOCÊ ACHA QUE É MEU DONO? EU NÃO SOU CACHORRA JUSTIN! NÃO SOU UM FILHOTE PRA VOCÊ ME PEGAR E DIZER QUE SOU SUA! SEU IDIOTA! EU NÃO TENHO MEDO DE VOCÊ! E SE EU QUISER FICAR COM ALGUÉM EU FICO! A HORA QUE EU QUISER! VOCÊ NÃO MANDA EM MIM!
Então ele veio até mim e me beijou.
Um beijo quente e raivoso.
Um beijo bom.
Justin: Onde você estava quando eu procurei?
Mia: -olhei para ele- como assim Justin?
Justin: A todo momento, todas as pessoas temiam a mim, tem medo do Justin Bieber aqui. Mais você não. Você foi uma das primeiras pessoas que tiveram coragem de me enfrentar desse jeito. Você foi quem eu procurei. Você esta me fazendo dizer essas coisas clichês que eu nunca mais havia dito. -então ele me beijou outra vez- você é minha Mia! só minha.
Narrador.
Você deve mesmo estar pensando que foi assim né?
Mais não.
Não foi.
Realidade...Sai correndo atrás dele.
Mia: JUSTIN! JUSTIN BIEBER! -ele se virou e olhou para mim. Seu rosto dava um sinal de raiva.- VOCÊ ACHA QUE É ASSIM? EU ESTOU NA SUA CASA E VOCÊ ACHA QUE É MEU DONO? EU NÃO SOU CACHORRA JUSTIN! NÃO SOU UM FILHOTE PRA VOCÊ ME PEGAR E DIZER QUE SOU SUA! SEU IDIOTA! EU NÃO TENHO MEDO DE VOCÊ! E SE EU QUISER FICAR COM ALGUÉM EU FICO! A HORA QUE EU QUISER! VOCÊ NÃO MANDA EM MIM!
Justin: Como você ousa a falar assim comigo? -ele disse abaixando a cabeça de raiva- VOCÊ TÁ LOUCA? VOCÊ REALMENTE NÃO SABE DO QUE EU SOU CAPAZ!
Mia: vai fazer oque Bieber? eim? eu já disse e repito: EU NÃO TENHO MEDO DE VOCÊ! -disse aumentando o tom de voz-
Justin: -pegou meu braço com força- pois deveria ter neném. Deveria ter! -ele disse e deu 2 tapinhas de leve no meu rosto-
Ele saiu de casa e trancou a porta.
PORRA!
PRA ACABAR DE COMPLETAR TO TRANCADA NESSA MERDA!
Continua...



3 comentários:

  1. Aiii, caraio....
    Que perfeito minha pequena, já estava com saudade da sua Ib...

    P.S: Estou de volta, e não demore pelo amooor

    ResponderExcluir